sábado, 11 de outubro de 2014

As pequenas paixões

Lembro-me de algumas vezes, quando era pequena, que minha mãe falava sobre a diferença entre paixão e amor. Segundo ela (mas não exatamente com essas palavras), a paixão podia ser algo intenso, mas que durava pouco, passava rápido. Já o amor, bem, este sim tinha uma longa duração, ainda que não fosse tão intenso quanto a paixão, ele durava mais que ela. E então, eu cresci levando isso como verdade absoluta em minha vida - assim como tudo que minha mãe ensinou.


Noutro dia eu estava pensando sobre isso. E daí, ainda com os sentidos voltados para a teoria da mãe, criei novos pontos para ela: existem pequenas paixões. É claro, sem a intensidade devida a uma verdadeira paixão, classifico como pequena paixão aquela que não machuca, aquela que nos satisfaz pelo olhar.

Não tenho dúvidas que você já teve essa sensação. Nunca conversou com uma pessoa, mas simplesmente gosta de vê-la. Pode ser no ponto de ônibus, na biblioteca ou naquela rua que você passa pra ir pra casa. Sempre existe uma pessoa que a gente gosta de ver. Sempre existe uma pequena paixão.

O que acho mais interessante nisso é saber que não dói. Bem, se estamos acostumados a ver nossa pequena paixão no segundo ônibus a caminho do trabalho e, num dia, não a vemos, é triste, confesso, mas nem se compara à dor de cotovelo causada pelas intensas paixões. Não é?

Além do mais, é ótimo começar o dia vendo aquela pessoa que gostamos de ver. Algumas vezes, já sabemos até mesmo a cor de roupa que fica melhor na pessoa. Sorrimos sozinhas e, enfim, o momento mundo da lua acaba passando. Daí, é só esperar pelo dia seguinte. O pior é quando é sexta feira, temos de esperar o fim de semana todo! Haha! Mas é uma boa espera. Que, volto a repetir, não machuca, só nos faz sorrir!

Bem, a única precaução quanto às pequenas paixões é a seguinte - não deixe que se torne uma verdadeira paixão! Porque, senão, pode dar adeus ao mundo da lua e se preparar para as verdadeiras consequências da paixão. Essas consequências podem ser boas ou ruins, mas isso, minha querida, eu não sei prever. Só vivendo mesmo...

16 comentários:

  1. Oi Glenda, muito legal e lindo o seu texto. Precisamos de pequenas paixões saudáveis :) .
    Vai ter uma maratona de resenhas no meu blog, com prêmio para os comentaristas, te convido para participar :) : petalasdeliberdade.blogspot.com .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Maria! <3
      Pequenas paixões colorem nossos dias!

      Excluir
  2. Paixão é mesmo um sentimento passageiro.


    http://www.elaecrista.com/

    ResponderExcluir
  3. Ah eu nao me lembro de ter pequenas paixoes,só aquelas avassaladoras que a gente fica até sem comer,graças a Deus nao passo mais por isso,já encontrei meu amor.Bjo! www.mulherunika.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahaha! Ainda bem que já encontrou o seu, Grazi! <3

      Excluir
  4. E quem nunca se apaixonou por um estranho na rua, que vê com alguma frequência não é? Mas que muitas vezes não sabe nem o nome e nem nunca falou com a pessoa.

    thoughts-little-princess.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, Flávia, sempre existe uma pequena paixão! <3

      Excluir
  5. Eu amei o texto, pura verdade, e somos cheias de pequenas paixões né?
    Aquelas sustentadas pelo olhar.

    http://iasmincruz.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade, Iasmin, somos cheias de "paixõezinhas"! <3

      Excluir
  6. Ah, que amor esse texto. Adorei vc chamar de pequenas paixões, porque eu tenho variassssssssssssss exatamente desse jeitinho. Gente que me faz bem só de passar diante dos meus olhos, mesmo que essa pessoa nem saiba disso.
    Amei mesmo!

    Um beijo
    www.reinodascoisas.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Carla!
      Sério que tem várias? É até divertido né, gente que nos faz bem só pelo olhar! <3

      Excluir
  7. Gostei da sua definição, tenho essa sensação com objetos, o tempo e as sensações rs
    Muito legal o seu texto e forma como se expressou.
    Beijos linda
    http://desconstruindoocaos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Andressa! =]
      Que bom que gostou!

      Excluir
  8. Ahhh adorei esse texto Glenda, muito verdadeiro!
    Todo mundo tem ou já teve alguma (ou algumas) pequenas paixões né?
    Nunca tinha parado para pensar sobre isso... Gostei mesmo! :)

    Beijos,
    www.miragemreal.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Carol!
      Tive pensando sobre esse texto outro dia, sabe, que agora (além de mim) mas pessoas vão classificar essa situação como pequena paixão! Tipo assim "olha ali a minha pequena paixão"!
      É bom saber que muitas se identificaram com minhas loucuras! Haha! =]

      Excluir

Sua opinião será sempre bem vinda *--*